O TikTok ultrapassou o Instagram e assumiu o segundo lugar entre os aplicativos de mídia social favoritos dos adolescentes nos EUA, de acordo com um relatório publicado pela Piper Sandler Companies na terça-feira (6). A primeira posição é do Snapchat, apontado por 34% dos jovens norte-americanos como o melhor app da categoria. Em seguida, vem o TikTok, lembrado por 29%, e só então o Instagram, com 25%. Na edição anterior da pesquisa, divulgada no primeiro semestre, o aplicativo de vídeos curtos figurava em terceiro lugar, atrás da rede de Mark Zuckerberg.A lista se refere aos apps dos quais os adolescentes mais gostam, mas assume outra forma quando o assunto é onde eles gastam a maior parte do tempo online. Nesse caso, o Instagram é líder, com 84% de engajamento, seguido de perto pelo Snapchat (80%), e triunfando com certa vantagem sobre o TikTok (69%).Mesmo assim, o app de vídeos cresceu em relação à primeira metade do ano, quando aparecia com 60%.ReproduçãoTikTok foi apontado como um software malicioso por Donald Trump. Imagem: Kovop58/ShutterstockMais que estrangeiro, chinêsÉ válido observar que, para um aplicativo não americano, o TikTok está muito bem posicionado entre os adolescentes do país. Isso já seria suficiente para incomodar o presidente Donald Trump, mas um “pequeno” detalhe torna o ranking ainda mais emblemático: além de estrangeiro, o app é chinês.Não é de agora que EUA e China se enfrentam declaradamente em uma guerra comercial que, já que estamos falando de aplicativos e internet, se desdobra a partir de uma série de “palavras-chave”. Para citar algumas: 5G, Huawei, tecnologia, espionagem e, claro, TikTok.O aplicativo chegou a receber uma ordem de banimento pela Casa Branca em agosto, e passou por maus bocados antes de conseguir um acordo com a Oracle para garantir, pelo menos por enquanto, a sua presença em território americano.ReproduçãoEUA e China se enfrentam em uma guerra comercial que envolve empresas importantes no cenário da tecnologia, como Huawei e TikTok. Imagem: Ivan Marc/ShutterstockOs EUA manifestam a preocupação de que o país asiático esteja utilizando os algoritmos do app para espionar os cidadãos americanos. O problema foi solucionado com a criação de uma nova empresa chamada TikTok Global, que passa para a Oracle a responsabilidade de administrar os dados dos usuários no país.Ainda assim, assistir a um software sediado em Pequim subindo no gosto dos americanos não deve ser agradável para Zuckerberg. Recentemente, o Instagram incorporou as principais características do TikTok ao recurso Reels, e fortes rumores indicam que o dono do Facebook fez lobby na política americana para influenciar a opinião das autoridades a respeito do app chinês.O próximo ranking da Piper Sandler deve sair em 2021. Até lá, é provável que o TikTok já tenha se acertado com o governo americano – ou esteja banido de vez, dado que esse conflito já se mostrou imprevisível mais de uma vez.Via: CNBC

This content was originally published here.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.