O coronavírus teve um efeito “dramático” na maneira como as pessoas usam o aplicativo de encontros Tinder, disse seu chefe à BBC News, mas as mudanças se adequam aos planos que ele já tinha para a plataforma.